Generais inquietos com STF - Denúncia política

O lado oculto da política

Anúncio
Anúncio

Anúncio

Generais inquietos com STF



O STF, passou da linha vermelha.



A paciência do presidente Jair Bolsonaro, capitão da reserva das (Forças Armadas), está sendo testada a todo custo. A decisão do ministro Celso de Melo enviado a PGR, nesta sexta-feira (22), da apreensão dos celulares de Jair Bolsonaro e Carlos Bolsonaro, passou de todos os limites. O deputado federal, Bibo Nunes, disse que o Supremo Tribunal Federal passou da linha vermelha. 
"O STF enviar para análise da PGR três notícias-crimes enviadas pela esquerda raivosa contra o presidente da República é afronta constitucional", disse ele.
E mais; 
"O STF passou a linha vermelha" acrescentou o deputado.
As três notícias-crimes contra Jair Bolsonaro foram apresentadas pelos partidos de oposição; PV, PDT e PSB.

Segundo uma fonte, os generais que fazem parte do Governo, ficaram inquietos com a postura do Decano. -Eles devem pensar o mesmo, "O STF passou a linha vermelha".

Desde o dia que o ministro convocou os generais, Augusto Heleno, Luiz Eduardo Ramos e Walter Braga Netto a prestar depoimento e fez questão de pontuar que, caso eles se recusassem a depor em um dia predeterminado, estariam sujeitos, como qualquer cidadão, a comparecer “debaixo de vara” os Generais mudaram sua postura em relação ao STF. 

-Pode ter surpresa!

E mais; O renomado jurista Ives Gandra Martins, alerta com base na constituição, que o STF não é a última instância para colocar ordem na casa.
"O que nós vemos é o ministro Luis Roberto Barroso, monocraticamente, dizendo ‘senhor presidente, é privativa sua (a decisão), subordinada a mim. Eu é quem posso dizer quem é que o senhor pode autorizar ou não pode autorizar’".

"A Constituição declara no artigo 142, que se um dos poderes resolver desobedecer ou conflitar com outro poder, sobre a discussão de como é que se aplica a lei, não é o Supremo a última instância (...). O 142 diz, ‘quem tem que repor a lei e a ordem são as Forças Armadas".

Confira;   



Sujeito a atualizações...


Anúncio
Anúncio