Destaque!

Sindicalistas invadem a ALESP, chamam Janaína de “nazista” e ameaçam de morte “Mamãe Falei” (veja o vídeo)

Um espetáculo deprimente ocorreu no plenário da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, nesta quarta-feira (4). Criminosos, trav...


Fantástico da Rede Globo, revela mortes atribuídas ao Governo Militar foram assassinatos dos terroristas que o Exército combatia (vídeo)







Reportagem do Fantástico revela fatos que, nas últimas décadas, o globalismo oculta da população: Pedro Bial confessa: as mortes atribuídas ao Governo Militar foram assassinatos dos terroristas que o Exército combatia! Noventa e oito por cento de todas trezentas mortes ocorridas durante os 21 anos dos militares no poder foram assassinatos, muitos deles covardes "justiçamentos", praticados pelos terroristas da esquerda falsamente idolatrados como heróis. 




O que esconderam de 1964 até hoje?


Verdade escondida sobre o Governo Militar: foi leniente com a bandidagem!

Há falsas crenças sobre “ditadura militar” espalhada pela mídia aparelhada pelos controladores globalistas. Essa infâmia contra as Forças Armadas foi criada para, atualmente, impedir um contragolpe como ocorreu em 1964 quando o comunismo avançava com sério risco de dominar o país. 



Basta analisar os fatos comprovando o período do Governo Militar não possuir as três características das ditaduras as quais, hoje, estão presentes no Brasil. Sim, as estruturas ditatoriais são encontradas no no governo terrorista do crime organizado. Deixe de lado o preconceito e examine os fatos e as provas.


O que esconderam de 1964 até hoje? 


Esconder tudo isso e muito mais é aplicação da “espiral do silêncio” e das demais técnicas de "propaganda" - leia: MANIPULAÇÃO - desenvolvidas a partir de estudos de Freud para manipular a coletividade. 
Quer assistir o vídeo? -acesse aqui.






Se você não divulgar, a Globo não divulga: Compartilhe em "grupos" e alcance mais pessoas:

Seguir; Aliança pelo Brasil

Seguir no twitter;


"Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem"



Pátria amada Brasil até morrer!
Grupo Público · 50.197 membros
Participar do grupo
Temos total liberdade de apoiarmos a direita encabeçada por Jair Bolsonaro e depois Sergio Moro. junte-se a nós.

As mais lidas do dia..