Postagem em destaque

Gilmar Mendes e sua nova identidade

Gilmar Mendes convidou seus alunos e “colegas constitucionalistas” a conhecer sua nova identidade, relata Mateus Coutinho na Crusoé. É...

A entrevista de lula levanta suspeita





Leia o que diz o Antagonista;

Os suspeitos de sempre, inconformados com o fim da censura à Crusoé e a O Antagonista, estão comparando a agressão que a revista e o site sofreram com o fato de termos apoiado a decisão judicial de não permitir que se fizesse uma entrevista com o presidiário Lula em meio à campanha presidencial.

Os petistas contavam com a entrevista, não sejamos hipócritas, para fazer propaganda eleitoral e tumultuar o processo com ataques às instituições que prenderam o seu chefão e à legitimidade da própria eleição — seria, inclusive, uma boa forma de tentar contrabalançar o efeito do atentado sofrido por Jair Bolsonaro.


Presidiários não dão entrevistas ao sabor das suas próprias conveniências — isso não é censura, é ordenamento jurídico.

O fato de o fim da censura à Crusoé e a O Antagonista ter servido a que se permitisse que Lula desse entrevista —— fato imediatamente precedido e sucedido por ataques dos suspeitos de sempre à nossa posição na campanha eleitoral — não é coincidência. É uma operação política. 



Deixe seu comentário aqui!


  • APÓS COMENTAR, VOLTE PARA CAPA
  • Continue lendo....