Postagem em destaque

STF não pode e nem deve soltar Lula por zaps de Moro

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, encaminhou nesta sexta-feira (21) uma manifestação ao Supremo Tribunal Federal (STF) na ...

Dias Toffoli não aguenta a pressão e pede arrego a Sergio Moro





O Arrego do Ministro Dias Toffoli

A CPI da Lava Toga é uma decisão que cabe ao Legislativo

Numa tentativa de pacificar a relação entre os poderes, Dias Toffoli chamou Sergio Moro para um almoço hoje com os demais membros do Conselho Nacional de Justiça.

O convite do presidente do STF foi feito após uma entrevista do ministro da Justiça pela manhã, na qual sinalizou maior disposição de diálogo com Congresso e Judiciário para aprovar o pacote anticrime.



Mal chegou à Câmara, a proposta foi criticada por Rodrigo Maia como um “copia e cola” de projeto de Alexandre de Moraes, em resposta à pressão de Moro para acelerar a tramitação.

Toffoli também tem interesse na aproximação para neutralizar os recentes ataques ao STF e aos ministros.

Num trecho da entrevista, Moro disse que a insatisfação com decisões da Corte não deve desdobrar em atos de ódio.



“A CPI da Lava Toga é uma decisão que cabe ao Legislativo. Assim como defendo piamente a independência do juiz Marcelo Bretas, tem que se defender a independência das decisões judiciais, não se pode ingressar no mérito”, disse o ministro à BandNews.



“O STF está sujeito a crítica da opinião pública, como o Legislativo e o Executivo. Nós temos que compreender algumas dessas decisões e evitar algumas reações exageradas, especialmente nas mídias sociais. Criticar uma decisão por discordar é normal, o que não pode é adotar um discurso de ódio, ofensivo. Isso é inapropriado, não porque é o Supremo, mas em relação a qualquer outra entidade.”

-Eu, sendo o Moro, pedia para Dias Toffoli comer primeiro, sabe como é né! 




Siga-nos no twitter

Deixe seu comentário aqui!


  • APÓS COMENTAR, VOLTE PARA CAPA
  • Compartilhe Agora